Capa » GERAL » 27 de agosto – Dia do psicólogo: profissional que estuda o comportamento e as funções mentais.

27 de agosto – Dia do psicólogo: profissional que estuda o comportamento e as funções mentais.

O Dia Nacional do Psicólogo se tornou data comemorativa oficial a ser celebrada todo o dia 27 de agosto.  A Lei 13.407/2016, que determina a norma, foi sancionada pela Presidência da República no dia 26 de dezembro de 2016. A comemoração da data permitirá à sociedade civil conhecer o trabalho dos milhares de profissionais que representam a categoria. A psicologia dedica-se a entender e explicar como funcionam os comportamentos, pensamentos e emoções. A categoria profissional tem como marca o compromisso com a transformação da realidade social, articulada à promoção direitos humanos.

CLEOPATRA DENIZ

Os psicólogos exploram conceitos como percepção, cognição, atenção, emoção, Inteligência, fenomenologia, motivação, funcionamento do cérebro humano, personalidade, comportamento, relacionamentos interpessoais, incluindo resiliência, entre outras áreas. Psicólogos de orientações diversas também estudam conceitos como o inconsciente e seus diferentes modelos.

Além de clinicar e fazer parte de equipes multidisciplinares em estabelecimentos públicos e privados de atenção à saúde, escolas e universidades, o profissional da psicologia pode exercer suas atividades em áreas tão diversas quanto a tecnologia de ponta (ajudando a interpretar dados e a criar produtos, por exemplo), o marketing (estudando o comportamento do consumidor),  a administração hospitalar, o departamento de recursos humanos de empresas e agências e consultorias especializadas em recrutamento e seleção.

Câmara aprova requerimento de urgência para votação do Projeto de Lei sobre Psicologia nas Redes de Ensino

Foi aprovado nesta quarta-feira (21) requerimento de urgência na Câmara dos Deputados para apreciação do Projeto de Lei 3688/2000, que dispõe sobre serviços de psicologia e de serviço social nas redes públicas de educação básica. A iniciativa é fruto de articulação do Conselho Federal de Psicologia (CFP) juntamente com a Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), Federação Nacional dos Psicólogos (FENAPSI) e Associação Brasileira de Ensino de Psicologia (ABEP) que realizaram diversas audiências sobre a importância do Projeto com os parlamentares.

“O Projeto de Lei 3.688/2000  prevê que as redes públicas de educação básica contam com serviços de Psicologia e de Serviço Social para atender às necessidades e prioridades definidas pelas políticas e redes educacionais, por meio de equipes multiprofissionais e  destaca ainda que as equipes multiprofissionais deverão desenvolver ações voltadas para a melhoria da qualidade do processo de ensino-aprendizagem, com a participação da comunidade escolar, atuando na mediação das relações sociais e institucionais. Precisamos mobilizar as (os) parlamentares para que o Projeto entre o seja aprovado em Plenário”, destaca a estudante do Curso de Bacharelado em Psicologia da Faculdade Santa Maria (FMS) de Cajazeiras-PB, Cleópatra Deniz de Sousa.

“O Dia do Psicólogo é uma excelente oportunidade para aproximar ainda mais esse profissional da sociedade. É uma data em que poderemos mostrar à sociedade a importância de valorizar o trabalho do profissional de Psicologia e permitir que os indivíduos conheçam melhor a abrangência da atuação de tão importante categoria”, disse a estudante do Curso de Bacharelado em Psicologia da Faculdade Santa Maria (FMS) de Cajazeiras-PB, Cleópatra Deniz de Sousa.

“Um dos grandes problemas da categoria são os salários aviltantes notadamente nos serviços que atendem a população em geral, como os que são prestados no Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e no Sistema Único de Saúde (SUS). A nossa categoria merece um salário digno e que esteja de acordo com a complexidade do nosso trabalho, que lida com a mente humana e com a problemática comportamental”, ressaltou a graduanda em Psicologia, Cleópatra Deniz de Sousa.

Abdias Duque de Abrantes

Jornalista MTB-PB Nº 604

 

 

Enviar Comentário

O www.oagora.net esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o www.oagora.net gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.