Capa » GERAL » Pais pedem R$ 800 mil de indenização ao Hospital Regional de Sousa por morte do filho de 3 anos e revelam nomes de médicos

Pais pedem R$ 800 mil de indenização ao Hospital Regional de Sousa por morte do filho de 3 anos e revelam nomes de médicos

O vigilante André Dantas de Araújo e a dona de casa Flávia Félix da Silva ingressaram com uma ação de indenização contra o Hospital Regional de Sousa, Sertão paraibano, apontando culpa pela morte do filho de três anos de idade, fato ocorrido no último dia 24 de julho, após vários atendimentos realizados por médicos diferentes.

De acordo com a ação judicial distribuída para a 5ª Vara de Sousa, o valor solicitado pelos pais como forma de reparar os danos morais e materiais causados pela morte do filho é de R$ 800 mil (oitocentos mil reais). Além disso, pedem pagamento mensal de pensão e as despesas com honorários dos advogados calculadas em 20%.

Tudo começou por volta das 19h do 19/07. A mãe e o seu filho A.M.D.S., de apenas três anos de idade se dirigiram até Hospital Regional de Sousa, pois o menino estava com fortes dores abdominais. O pai, seguida, também acompanhou o atendimento.
Thamilles-Linhares-Alessandra-Jesus-2
Advogadas que defendem o casal

A peça processual relata também que se a equipe médica tivesse realizado o atendimento com cautela e atenção, teria sido possível detectar através do toque e exames que se tratava de apendicite e o imediato encaminhamento para o procedimento cirúrgico. “Eles não tomaram as providências necessárias e nem se atentaram aos cuidados mínimos que o quadro de saúde do paciente exigia.

Os autores da ação ainda afirmam que a declaração de óbito atestam que a criança morreu devido a apendicite estrangulada. A defesa alegou que isso ocorre “quando a cirurgia não é realizada a tempo e o apêndice supura, ou seja, expele pus, carregado com bactérias e fluidos inflamatórios na cavidade abdominal”.


Fonte: Blog do Levi

Enviar Comentário

O www.oagora.net esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o www.oagora.net gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.