Capa » GERAL » Renato Barros, da banda Renato e Seus Blue Caps, morre no Rio

Renato Barros, da banda Renato e Seus Blue Caps, morre no Rio

Renato Barros, vocalista da banda Renato e Seus Blue Caps, morreu nesta terça-feira (28), aos 76 anos, no Hospital de Clínicas de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Ele estava internado havia 10 dias, após uma cirurgia cardíaca, e teve complicações pulmonares.

download-1

Foto: Facebook/Reprodução

Durante a cirurgia, o cantor já havia apresentado problemas e chegou a ficar 30 minutos sem as funções vitais.

Sucesso nos anos 1960

Nos anos 1960, a banda fez sucesso com hits como “Até o fim”, ” Menina Linda “, “Não te esquecerei” e “Feche os Olhos”.

Em entrevista à GloboNews em 2012, Renato contou como surgiram os sucessos inspirados nos Beatles.

Segundo ele, o produtor musical Carlos Imperial pedia para que eles aprendessem a tocar as músicas da banda inglesa de um dia para o outro.

“A gente não sabia falar inglês e não conseguia decorar as letras, o jeito era inventar em português.. Foi assim que começamos a fazer as versões das músicas dos Beatles”, conta.

Autora do livro “Renato Barros: um mito, uma lenda”, Luzinha Zanetti se despediu do amigo em uma rede social.

O grupo Renato e Seus Blue Caps foi formado em 1959 por amigos que se reuniam no bairro da Piedade, no Rio de Janeiro. Começaram fazendo dublagem dos grupos e cantores americanos de sucesso na época e se apresentaram pela primeira vez com o nome de Bacaninhas Do Rock Da Piedade, mas não obtiveram sucesso.

No ano seguinte, voltaram ao programa, desta vez com o nome Renato & Seus Blue Caps e, devido ao grande sucesso da música Menina Linda, o grupo foi convidado para participar do programa Jovem Guarda, mais tarde assinando contrato com a TV Record, em 1964. Na década de 1960, a banda também fez sucesso com hits como Até o fim, Não te esquecerei e Feche os Olhos.

Em setembro de 2019, a banda passou pelo Recife com um show de celebração dos 60 anos de carreira. A apresentação foi realizada no Manhattan Café Theatro, em Boa Viagem, e contou com um repertório que incluiu A primeira lágrima, Meu bem não me quer e Dona do meu coração, entre outras canções.

Luzinha Zanetti, autora do livro Renato Barros: Um mito, Uma Lenda (Editora NELPA), se despediu em uma rede social. “Nosso amado e muito querido cantor, compositor e guitarrista não suportou tanto sofrimento e descansou! Foi tocar sua guitarra no plano superior, onde está agora ao lado de seus pais e de sua amada esposa Lúcia Helena”.

Fonte: G1

Enviar Comentário

O www.oagora.net esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o www.oagora.net gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.