Capa » Painel Rotativo » Após deixar presídio, acusado de participar de “estupro coletivo” em Queimadas é morto a tiros no meio da rua

Após deixar presídio, acusado de participar de “estupro coletivo” em Queimadas é morto a tiros no meio da rua

Jacó Sousa (foto) foi morto nesta madrugada de domingo, 20, no bairro Castanho, bem próximo à igreja católica da cidade.
Jaco-Sousa2
O crime aconteceu por volta das 03h desta madrugada, quando a vítima estava em um espetinho.
De acordo com as informações repassadas por testemunhas, os atiradores chegaram no local e pediram para as demais pessoas se afastarem antes de efetuar os disparos.
Ele morreu na hora, antes de receber qualquer socorro médico.
Jacó passou cerca de 8 anos preso, após ser condenado por participar no estupro coletivo e morte de duas jovens.
Episódio ficou conhecido como “Barbárie de Queimadas”, ocorrido em fevereiro de 2012, quando cinco mulheres foram estupradas e duas delas – a professora Isabela Pajuçara e a recepcionista Michelle Domingos – foram assassinadas.
Elas estavam em uma festa de aniversário em uma casa com dez homens.
Blog do Márcio Rangel

Enviar Comentário

O www.oagora.net esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o www.oagora.net gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.