Capa » CULTURA INTERATIVA » Pocicultura, Sala de Reboco e o resgate da cultura popular em Poço de José de Moura-PB

Pocicultura, Sala de Reboco e o resgate da cultura popular em Poço de José de Moura-PB

SALA DE REBOCO 2

Poço de José de Moura (a Princesinha do Sertão e a terra da cultura), município do estado da Paraíba, localizado na Região Geográfica Imediata de Cajazeiras realizou de 7 a 16 de julho o Pocicultura – Sala de Reboco. O município tem como prefeita Aurileide Egídio de Moura. O evento tradicional colocou o município na rota do calendário cultural do Estado da Paraíba.  A festa recebe um público flutuante de cidades circunvizinhas e de outros Estados. Os turistas ficam hospedados na Estância Termal Brejo das Freiras, em São João do Rio do Peixe, no alto Sertão Paraibano distante 16.6 km de Poço de José de Moura.

REISADO ZÉ DE MOURA 12

São dez dias de festa, uma grande manifestação popular que visa resgatar a tradição nordestina. Nos dez dias de festa, as principais atrações que agitam a região são os shows de artistas conhecidos da música sertaneja e do forró. Também tem  shows com repentistas, sanfoneiros, apresentações de quadrilhas e venda de  comidas típicas como mungunzá branco, arroz de leite, mungunzá preto, paçoca, entre outras guloseimas. Trata-se de uma das maiores festas ao ar livre do Alto Sertão da Paraíba. Poço de José de Moura está localizada a 490 km de João Pessoa.

973df973-13ed-42c9-9a73-b7dac2daf270

O Pocicultura nasceu em 2006 para homenagear os 40 anos de falecimento do fundador do município, José de Moura. A grande atração do evento é a Sala de Reboco, um dos ambientes mais visitados da festividade, que é uma espécie de museu da cultura nordestina com palco onde bandas tocam muito forró tradicional. Na Sala de Reboco há o tradicional café de D. Argina Lacerda.

REISADO ZÉ DE MOURA 13

A realização da festa fica por conta da Prefeitura Municipal através da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, Paróquia São Geraldo em parceria com a Associação de Reisados de Poço de José de Moura e Associação Cultural Pisada do Sertão que tem como missão promover o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens por meio da cultura sertaneja contribuindo para a transformação social do sertão paraibano.  A festa é voltada para o resgate de cultura popular com foco no xaxado, quadrilhas, reisado de Zé de Moura, apresentação de aboiadores, dentre outros. Produzir, conservar e transmitir a cultura popular. Este é o papel principal que os Mestres da Cultura desempenham no Município.

 REISADO ZÉ DE MOURA 14

No ponto de vista da cultura, Poço de José de Moura é hoje uma importante cidade do sertão paraibano. A produção da cultura popular de Poço José de Moura é bastante intensa, a cidade realiza anualmente vários eventos que congregam os artistas e produtores culturais do município e região e tem participado de importantes eventos culturais em todo País com espetáculos produzidos no município.

 REISADO ZÉ DE MOURA 15

Atuam no cenário cultural do município quatro organizações da sociedade civil a Associação Filarmônica São Geraldo, Fundação Cultural Zé de Moura, Associação Cultural Pisada do Sertão e a Associação de Reisados Zé de Moura estas organizações são responsáveis pela realização de ações, projetos e eventos culturais que ocorrem continuamente promovendo o envolvimento e integração cultural de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos.

REISADO ZÉ DE MOURA 09

Foi apresentado um projeto de lei em 2015 pelo vereador José Pinheiro Filho o qual foi aprovado pela Câmara Municipal e sancionado pela Prefeita Aurileide Egídio de Moura a Lei nº 388/2015 que denomina e intitula “Poço de José de Moura Terra da Cultura”.

REISADO ZÉ DE MOURA 10

O reisado em Poço de José de Moura

O reisado em Poço de José de Moura teve início na década de 20 com implantação de José Alves de Moura, fundador do lugar. Zé de Moura como era mais conhecido, não era festeiro, contudo participava efetivamente de movimentos folclóricos e culturais, dançando o reisado, espécie de dramatização na qual apresentava o boi, a burrinha do meu amo, o Jaraguá, os caboclos, as damas, os galantes, todos com vestimentas enfeitadas conforme quem o representasse. Além de dançar, os participantes recitavam poesias de diversos estilos todos de autoria de Zé de Moura.

REISADO ZÉ DE MOURA 11

Em 1922 o místico amante da cultura, saia com o grupo de reisado que sob seu comando, se apresentava nas residências de amigos, compadres e conhecidos da região, sempre no período das festividades natalinas. Festejando assim a chegada e o nascimento do menino Deus.

REISADO ZÉ DE MOURA 12.

Era a diversão predileta de Zé de Moura, que com muita classe e charme coordenava o grupo exibindo em especial a dança da burrinha, recitando poesias e versos de sua autoria, cujo assunto iniciava sempre com o nascimento de Jesus em seguida eram recitados versos com temáticas diferentes, criticando elogiando e animando a todos.

REISADO ZÉ DE MOURA 01

Na época o reisado de Zé de Moura, era muito cobiçado, todos queriam vê-lo, pois era a maior diversão da região. A última apresentação do reisado sob seu comando se deu no ano de 1964, na cidade de Cajazeiras – PB, ocasião em que Zé de Moura homenageou o Padre Inácio de Sousa Rolim, por ocasião do centenário de seu nascimento.

REISADO ZÉ DE MOURA 02

Dois anos depois Zé de Moura faleceu e com isso o grupo de reisado ficou adormecido por muito anos, mas presentemente, seu sobrinhos e pessoas da comunidade estão retomando a caminhada de quase 100 anos de tradição cultural, criando aos poucos uma consciência de valorização cultural a todos os que participam do grupo e também na nossa comunidade.

REISADO ZÉ DE MOURA 07

José Alves de Moura (Zé de Moura), àquele que com toda honra é considerado o fundador do Município, mesmo não sendo ele o primeiro a ocupar aquele sítio. Rezador, curandeiro e benzedor. Muitas eram as orações, terços, rezas e ladainhas recitadas por Zé de Moura, como passou a ser conhecido. Consultava em sua residência, sem cobrar nada, a todos aqueles que viam a sua procura ganhando assim grande fama, o que muito contribuiu para que o Poço se tornasse o povoado na primeira metade do século XX.

REISADO ZÉ DE MOURA 08

O Governo do Estado da Paraíba através da Secretaria de Estado da Cultura precisa fomentar essa manifestação cultural, através da concessão de apoio financeiro a Associação de Reisados de Poço de José de Moura, tendo como objetivo a difusão do Reisado no município.

REISADO ZÉ DE MOURA 04

O poder público, em suas diversas instâncias, deve empenhar-se em contemplar, nas agendas políticas, ações que fortaleçam os valores da cultura e garantam os direitos culturais a todos. O § 1º do artigo 215 da Constituição Cidadã estabelece que o Estado protegerá as manifestações das culturas populares, indígenas e afro-brasileiras, e das de outros grupos participantes do processo civilizatório nacional.

973df973-13ed-42c9-9a73-b7dac2daf270

“Poço de José de Moura mostra ao Nordeste e ao Brasil que basta incentivar as artes e buscar trazer a identidade do seu povo e com isto transformar a gestão, a economia e a vida dos cidadãos. É dever do Poder Público, das escolas e da sociedade incentivar as futuras gerações a gostar de cultura popular”, disse a administradora, palestrante e membro da Associação Cultural Pisada do Sertão, Ana Neiry Moura Alves.
SALA DE REBOCO 2RTRRT

Abdias Duque de Abrantes – jornalista, servidor público, advogado, graduado em Direito pela UFPB e pós-graduado em Direito e Processo do Trabalho pela Universidade Potiguar (UnP), que integra a Laureate International Universities.

Enviar Comentário

O www.oagora.net esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o www.oagora.net gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.