Capa » Painel Rotativo » Dirigente da CUT-PB se solidariza com a presidente Elinete Rolim, do Sindicato dos Funcionários de CZ

Dirigente da CUT-PB se solidariza com a presidente Elinete Rolim, do Sindicato dos Funcionários de CZ

Diante acusações recebidas na última semana pela presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Cajazeiras, Elinete Lourenço, o presidente da CUT-PB, Tião Santos, externou sua solidariedade

elinete

Elinete Lourenço foi acusada pelo deputado licenciado e secretário do Governo Estadual, Júnior Araújo, de ser omissa em relação ao atraso dos pagamentos dos servidores públicos municipais de Cajazeiras.

O presidente da CUT-PB, Tião Santos, afirma que a luta dos Sindicato dos Servidores Municipais de Cajazeiras sempre foi em defesa dos direitos da classe trabalhadora. “Como o sindicato é filiado à CUT-PB temos acompanhado constantemente essa luta e o esforço pela garantia dos direitos dos trabalhadores”, ressaltou.

Tião acrescentou ainda que a questão do atraso no pagamento vem acontecendo desde gestões municipais anteriores, mas que o SINFUMC não se omitiu em nenhum momento em lutar para que os servidores recebam em dia.

“A categoria tem esse conhecimento de que o sindicato é forte, de que o sindicato sempre esteve na defesa dos direitos dos trabalhadores independente da cor partidária que esteja à frente da gestão municipal, porque essa é a compreensão que o sindicato e a direção de lá tem, de fortalecer os direitos dos trabalhadores.

Acreditamos e acompanhamos que o compromisso da direção é com a categoria,” defendeu o presidente da CUT-PB.

“Temos testemunhado o esforço da nossa companheira Elinete, como presidente do Sindicato na busca pela garantia desses direitos. Qualquer outra versão que venha desconstruir essa compreensão e esse entendimento da categoria é falácia.

Não acredito que a categoria dos servidores públicos entenda que o sindicato é omisso na defesa dos seus direitos, do pagamento em atraso que sempre foi uma celeuma naquele município”, acrescentou.

Nesse sentido, o presidente da central na Paraíba se solidarizou com a situação enfrentada pela presidente do SINFUMC. “A CUT-PB se solidariza com a companheira Elinete por sabermos do esforço e do compromisso dela com a classe trabalhadora. Temos grande respeito pelo SIMFUNC e orgulho dessa entidade filiada que sempre foi combatente.

Vemos no Sindicato dos Servidores Públicos de Cajazeiras uma direção totalmente comprometida com a luta, com os direitos dos trabalhadores, independente da cor partidária. Esse sindicato sempre teve história de luta em Cajazeiras. Vemos o compromisso da companheira Elinete com a categoria”, pontuou.

Nas últimas eleições sindicais, Elinete Lourenço passou pelo pleito sem concorrentes. “Isso mostra a força e a liderança que ela tem no sindicato e na regional. Os sindicatos filiados à CUT têm acompanhado a companheira Elinete, que tem compromisso não só com os integrantes do município de Cajazeiras, mas de toda a região. Repudiamos toda e qualquer versão que venha desconstruir esse compromisso. A CUT-PB externa total apoio à nossa companheira e ao Sindicato dos Servidores Públicos de Cajazeiras”, enfatizou.

Elinete Lourenço, em entrevista a um portal local, observou que todos os esforços e as cobranças necessárias estão sendo realizadas para que a prefeitura regularize os pagamentos. “Minhas ações mostraram e mostram quem sou. (…) Não sou gestora e nem é o sindicato que administra o dinheiro, o sindicato apenas cobra,” disse ela em trecho de sua fala ao portal.

O professor Jamacy Albuquerque, que faz parte da base da categoria em Cajazeiras, vem acompanhando a atuação do SINFUMC muito antes de se filiar ao Sindicato, quando era universitário. Ele acrescenta que foram as ações de luta que o fizeram se filiar à entidade logo após ser aprovado e convocado a trabalhar no município de Cajazeiras.

“Quero esclarecer que a companheira Elinete sempre foi uma guerreira e se manteve sempre junta e ao lado dos funcionários desse município”, concluiu o filiado.

Assessoria CUT/PB

Enviar Comentário

O www.oagora.net esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o www.oagora.net gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.