Capa » Painel Rotativo » Servidores da educação de Joca Claudino cobram salários atrasados e deflagram greve por tempo indeterminado

Servidores da educação de Joca Claudino cobram salários atrasados e deflagram greve por tempo indeterminado

Os servidores da educação do município de Joca Claudino, localizado no alto sertão paraibano, iniciaram nesta quinta-feira (30) uma greve por tempo indeterminado até quando a prefeita Jordhana Lopes (PTB) resolva colocar em dia os vencimentos de dois meses que estão atrasados.

2017-09-15-PHOTO-00000007-696x446

Em situação difícil, eles alegam que já tentaram resolver com a própria gestora, mas ela alegou cortes de recursos e diminuição de receitas. ” A folha de pagamento dos professores aumentou significadamente porque esta administração considerou que o aumento que é de direito deles. Isso fizemos no primeiro mês de gestão. Fizemos também a equiparação dos salários dos professoras da EJA,” alegou a prefeita.

Em contato com a reportagem do Portal Resenha Politika, a prefeita Jordhana Lopes disse que ainda não foi comunicada sobre a paralisação.

Enviar Comentário

O www.oagora.net esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o www.oagora.net gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.