Capa » Painel Rotativo » TCE-PB terá robô para “vasculhar” sites das prefeituras e Estado

TCE-PB terá robô para “vasculhar” sites das prefeituras e Estado

A aplicação da tecnologia fez com que o TCE-PB batesse recorde de processo de prestações de contas de prefeituras julgadas em 2018.

André-Carlo-Tôrres-

O Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB) está desenvolvendo um serviço de Inteligência Artificial (robô) para verificar a manutenção e atualização dos sites de transparência das Prefeituras e do Estado na internet.

 O projeto ‘Turmalina’, realizado em parceria com a Universidade Federal de Campina Grande (UEPB), deverá ser lançada no próximo dia 23 de janeiro, conforme anunciou o presidente do TCE-PB, André Carlo Torres, em entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan FM.

“Turmalina é uma robô que fica visitando o dia todo sites de transparência dos municípios e do Estado verificado se as páginas estão no ar e o seu conteúdo. Isso possibilita que qualquer cidadão saiba se o site do seu município está no ar e tem conteúdo”, explicou.

Ainda durante a entrevista, Torres afirmou que uma marca de sua gestão foi as parcerias realizadas com outras instituições, a exemplo da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), o que possibilitou a criação de vários dispositivos que ajudam o órgão a desenvolver suas atividades de acompanhamento das gestões na Paraíba.

“Fizemos essas parcerias para trazer a atividade científica e de busca pelo conhecimento para dentro do tribunal. Isso possibilita que geremos informações úteis para a coletividade e para o gestor para que ele possa ter o conhecimento daquilo que precisa fazer e, da mesma forma, para o tribunal”, afirmou.

Segundo ele, a aplicação da tecnologia fez com que o TCE-PB batesse recorde de processo de prestações de contas de prefeituras julgadas em 2018.

“Essas informações fazem com que nós identifiquemos com propriedade e pontualidade aquilo que precisa ser auditado. Isso possibilitou que o TCE chegasse em 2018 à marca nunca atingida de 329 prestações de contas de prefeituras julgadas, ao todo já foram mais de 600 contas julgadas, inclusive algumas de 2017. Todo esse trabalho científico de construção tecnológica fez com que o tribunal tivesse a maior eficácia em sua atuação”, frisou.

Fonte MaisPB

Enviar Comentário

O www.oagora.net esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o www.oagora.net gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.