Capa » POLICIAL » Polícia já tem primeiro suspeito pelo duplo homicídio deste domingo (07) na região de Patos

Polícia já tem primeiro suspeito pelo duplo homicídio deste domingo (07) na região de Patos

Ainda repercute muita em toda região, o crime bárbaro ocorrido contra o casal Guilherme Alves do Nascimento, 52 anos, e Tayza Kelly Lopes de Morais (27), ocorrido na tarde deste domingo, dia 07, por volta das 16h00, na BR 230, entre as cidades de Santa Luzia e São Mamede, chocou a região de Patos.
5a54025727f68_4deb3911ce2f678af1ca989fe4d2c2d6Nesta segunda-feira, a polícia começou a divulgar a primeira linha de investigação do caso. De acordo com as informações repassadas pela Polícia Civil, na cidade de Patos, o suspeito é um ex-policial militar que é ex-companheiro da mulher de 27 anos que foi morta no carro. No momento do crime, a vítima estava com o atual marido de 50 anos que dirigia o carro e também foi morto.
Casal 1A informação sobre a suspeita de que o crime teria sido praticado pelo ex-policial foi confirmada por investigador da Polícia Civil e um Polícia Militar, que pediram para não serem identificados.

Ainda neste domingo, o Instituo de Polícia Científica (IPC) esteve no local do acidente e realizou uma perícia, que deve indicar como o crime ocorreu. No carro ficaram marcas de tiro no parabrisa. No local onde o carro foi encontrado, as vítimas ainda estavam usando cinto de segurança.

Na manhã desta segunda-feira (08/01), a delegada Daniela Quirino confirmou ao repórter da Rádio Espinharas, Higo de Figueiredo, que existia sim, uma medida protetiva de Taiza contra seu ex-companheiro.

O crime bárbaro ocorrido contra o casal Guilherme Alves do Nascimento, 52 anos, e Tayza Kelly Lopes de Morais (27), ocorrido na tarde deste domingo, dia 07, por volta das 16h00, na BR 230, entre as cidades de Santa Luzia e São Mamede, chocou a região de Patos.
Casal 2 (1)Informações repassadas pelo repórter Fábio Diniz, Rádio Arapuan, colhidas junto as autoridades que investigam o crime, relataram que o carro Chevrolet, modelo Celta, foi alvejado por disparos ainda em movimento. O veículo se deslocava em sentido Santa Luzia a São Mamede no momento do fato.

Guilherme Alves, que era tesoureiro da Prefeitura Municipal de São José de Espinharas, foi atingido por vários disparos de arma de fogo tipo pistola ponto 380. De acordo com relatos, foram cinco disparos. Elcenho Engel, delegado de Santa Luzia, está responsável pelas investigações do caso.

Tayza Kelly Lopes foi atingida por cerca de três disparos feitos, provavelmente, pela mesma arma que matou Guilherme Alves. As cápsulas da arma foram encontradas no asfalto da rodovia BR 230 e também próximo ao veículo que saiu da estrada após os disparos iniciais.

A polícia não descartou a possibilidade de crime passional e investiga também essa linha de raciocínio. Por redes sociais, centenas de pessoas lamentam o assassinato do casal. Guilherme era bastante conhecido na cidade de Patos e região e se relacionava bem com todos que o conheciam. Tayza também era muito querida.

O velório de Guilherme Alves aconteceu no Parque Jardim da Paz, Bairro Vila Mariana, às margens da BR 230, em Patos. O sepultamento aconteceu às 16h00. O corpo de Tayza Kelly foi velado na residência da mãe dela em São José de Espinharas onde também ocorre o sepultamento.

ENTENDA O CASO

DUPLO ASSASSINATO NA BR-230

Por volta das 16h45min deste domingo, dia 07, um casal foi encontrado morto dentro de um carro às margens da BR 230, entre as cidades de Santa Luzia e São Mamede.

Relatos da polícia dão conta que os casal é Guilherme Alves do Nascimento, 52 anos, e Tayza Kelly Lopes de Morais (27). Eles foram mortos a tiros. No chão a polícia encontrou várias cápsulas de balas.

As informações colhidas no local identificaram o veículo como sendo um Celta prata, com placa de João Pessoa.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada e ficou no local fazendo os primeiros levantamentos e realizando a segurança viária, além do próprio local do crime.

Até às 18h30, os corpos ainda se encontravam no mesmo lugar onde ocorreu o fato, pois se aguardava a Polícia Científica para fazer os procedimentos, bem como um delegado de Polícia Civil para averiguar toda a situação.

Segundo informações as vítimas foram identificadas como sendo: As vítimas identificadas como Tayza Kelly Lopes de Morais, 27 anos, e Guilherme Alves do Nascimento Junior, 52 anos. Guilerme seria o tesoureiro da Prefeitura de São José de Espinharas.

Com informações de Henrique Melo | Patos Online | Jozivan Antero

Enviar Comentário

O www.oagora.net esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o www.oagora.net gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.