Capa » POLICIAL » PRF prende em flagrante homem suspeito de estuprar a filha no município de Patos, sertão paraibano

PRF prende em flagrante homem suspeito de estuprar a filha no município de Patos, sertão paraibano

Policiais realizavam ronda quando visualizaram pai e filha discutindo próximo à rodovia. No decorrer da abordagem a filha pediu ajuda aos policiais pois teria sido violentada sexualmente minutos antes da equipe chegar ao local
PRF_1
Patos (PB), 06/10/2021 – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, no final da noite da última terça-feira (05), um homem de 46 anos, suspeito de estuprar a própria filha de 22 anos. O crime teria ocorrido minutos antes da equipe policial abordar pai e filha que estavam discutindo às margens da rodovia federal.
Equipe da PRF realizava fiscalização na BR 361, altura do Km 04, no município de Patos, sertão paraibano, quando visualizaram um homem e uma mulher discutindo próximo ao Mercado Público. Momento em que os policias realizaram uma abordagem para averiguar o que estava acontecendo.
Durante a fiscalização, o suspeito, um homem de 46 anos, informou que seria o pai da pessoa com quem discutia, uma mulher de 22 anos. Ele relatou para a equipe que teria ido buscar sua filha no bairro de São Sebastião. No decorrer da abordagem, a mulher, que estava muito nervosa e chorava, fez sinais e pediu ajuda aos policiais sem que o pai percebesse.
Rapidamente a equipe policial afastou os dois para que a vítima pudesse ser ouvida em segurança. A mulher relatou que o pai teria praticado relações sexuais com ela, sem o seu consentimento, minutos antes da equipe chegar no local.
Em pronta resposta, o indivíduo foi detido, conduzido para a Delegacia de Polícia Judiciária de Patos para serem realizados os procedimentos cabíveis. A vítima foi amparada pela equipe de policiais da PRF e conduzida para a Delegacia de Polícia Civil para serem feitos os trâmites necessários para a formalização da denúncia.

Enviar Comentário

O www.oagora.net esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o www.oagora.net gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.