Capa » POLICIAL » Trabalhador morre durante manutenção em tubulação de grande porte nas Várzeas de Sousa

Trabalhador morre durante manutenção em tubulação de grande porte nas Várzeas de Sousa

O trabalhador Ailton Benedito dos Santos Filho, de 48 anos de idade, faleceu na tarde desta quinta-feira (22) durante serviço de manutenção em uma tubulação de aproximadamente 300 metros, localizada na altura do Sítio Riacho Verde, município de Coremas, Sertão paraibano.
Ailton-Benedito-Nino-Aparecida
“Nino” como era conhecido, residia na cidade de Aparecida e trabalhava para o DPIVAS (Distrito de Irrigação do Perímetro Irrigado Várzeas de Sousa), que administra o projeto Várzeas de Sousa, do Governo do Estado.
De acordo com o Batalhão do Corpo de Bombeiros de Itaporanga, dois funcionários foram solicitados para realizarem um trabalho de vistoria e limpeza em um tubo de grande porte quando um deles não conseguiu retornar e morreu afogado.
Em razão da escuridão e da quantidade de água na tubulação, os bombeiros retornarão com as buscas no início desta sexta-feira (23). A Polícia Militar e o SAMU também foram acionados ao local.
Leia também: Ex-presidiário é morto com tiros nas costas ao sair da Colônia Penal de Sousa, Sertão da PB
Ao ser procurado pelo Blog do Levi, o representante da AESA (Agência Executiva de Gestão das Águas) disse que pode ter ocorrido um acidente de trabalho.
“Dois rapazes entraram em dos túneis para fazer a limpeza e retornavam juntos e já perto de saírem um deles se sentiu mal e não subiu. Em seguida o que vinha ao lado disse que chamou pelo nome e ele não se levantou”, explicou Dedé Messias.
Nas redes sociais de Ailton Benedito, vários amigos e familiares lamentaram a morte do trabalhador.
Tão logo sejam concluídos os trabalhos de buscas no local, o corpo da vítima será encaminhado ao NUMOL do IML em Patos para realização de exame cadavérico.
 Blog do levi

Enviar Comentário

O www.oagora.net esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o www.oagora.net gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.