Capa » GERAL » No Vale do Piancó, criança faz música em homenagem ao pai morto: ‘Ninguém aguenta essa dor’

No Vale do Piancó, criança faz música em homenagem ao pai morto: ‘Ninguém aguenta essa dor’

menino-faz-musica-para-o-pai-morto-na-paraiba

Menino de 9 anos fez música para o pai morto em julho deste ano na cidade de Ibiara, no Sertão da Paraíba (Foto: Fablícia França/Arquivo Pessoal)

A vida é passageira, ninguém aguenta essa dor”, é o que diz um trecho da música composta por um menino de 9 anos em homenagem ao pai dele, morto em julho deste ano em Ibiara, Sertão da Paraíba. De acordo com João Vitor de França Mangueira, a canção “A vida é passageira” traduz o sentimento de dor e tristeza dele, mas ajuda a ter forças sem a presença do pai.

Nesta semana do Dia dos Pais, a mãe do menino, Fablícia França, de 28 anos, gravou para o G1 um vídeo do garoto cantando a música feita para ao pai dele, João Paulo Mangueira. No vídeo, João Vitor diz que, apesar de não ter convivido mais tempo com o pai, sente muita falta.

Segundo a mãe do menino, a música surgiu da cabeça do filho pouco após a morte do pai. Ela diz que não esperava essa homenagem do João Vitor.

menino-joao-com-a-letra-da-musica

“Na hora que eu ouvi a música, as lágrimas caíram, foi uma emoção muito grande. Ele sente a falta do pai, porque foi uma morte muito triste. João Vitor compôs essa música para o pai porque já sentia muita falta dele e, agora, só restou saudade”.

O menino mora com mais dois irmãos e a mãe na casa de um tia, no bairro Ibiarinha, em Ibiara, cidade com quase 6 mil habitantes, distante 470km da capital João Pessoa. Quando o pai e a mãe se separaram, a criança tinha apenas 5 anos.

A mãe conta que, quando o crime aconteceu, estava separada de João Paulo há 4 anos e que, por isso, o filho não pôde conviver mais tempo com o pai. O menino João Vitor conta que compôs a música para, quando cantá-la, ter forças e saber que Deus está com o pai dele.

G1 PB

Enviar Comentário

O www.oagora.net esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o www.oagora.net gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.